Dupla portuguesa premiada nos EUA

A obra distinguida é o restaurante O Abocanhado, construído em Brufe, aldeia típica de montanha no concelho de Terras de Bouro. A estrutura, à base de granito e madeira, situa-se a 800 metros de altitude, inserida num terreno de socalco da Serra Amarela, junto ao Parque Nacional do Gerês e à Barragem de Vilarinho das Furnas.

O edifício apresenta uma cobertura vegetal, abaixo do nível da estrada de acesso à aldeia. “O objectivo foi ferir o menos possível a paisagem, até porque estamos numa aldeia que tem tido um trabalho notável de preservação do património rural”, explicou ao CM o portuense Henrique Rocha Marques, sócio-gerente do restaurante.

Para além de aproveitar a excelência da paisagem, o espaço assume-se como o pólo dinamizador da actividade agrícola da comunidade, privilegiando a utilização de mão-de-obra e produtos locais, como o cabrito, o gado barrosão e os legumes.

Além de O Abocanhado – obra apresentada no Anuário de Arquitectura nacional deste ano e que tem sido alvo de estudo de gabinetes arquitectónicos europeus –, António Portugal e Manuel Maria Reis, sedeados no Porto, têm desenvolvido trabalhos em várias áreas, nomeadamente intervenções em edifícios de valor patrimonial, novos equipamentos para o Ensino Superior e habitação unifamiliar.

Actualmente, finalizam do Private Banking do Banco Espírito Santo, no Porto, e desenvolvem os projectos das novas instalações da Reitoria da Universidade do Porto e a ampliação do Departamento de Engenharia Electrotécnica da Faculdade de Ciências do Trabalho da Universidade Nova de Lisboa.

Na Bienal Miami Beach 2005, que decorreu entre 4 e 22 de Novembro, participaram dezenas de especialistas em arquitectura.
Mário Fernandes, Braga, com Lusa

Mário Fernandes

Fonte: Jornal Público 2005-12-07 | Data: 2005-12-07