Prémio Internacional a Terras do Bouro

Encaixado – literalmente, com o telhado a integrar o terreno – nos socalcos da aldeia de Brufe, perto da barragem de Vilarinho das Furnas, o restaurante “O Abocanhado” quase passa despercebido, pela harmonização entre a paisagem e a construção humana. O feito, datado de 2003 e da autoria da dupla de arquitectos portugueses António Portugal e Manuel Maria Reis, valeu-lhes a medalha de prata, na terceira edição da Bienal Miami Beach 2005, nos Estados Unidos, que distingue as melhores obras de arquitectura e design de interiores.
Nas palavras de António Portugal, a unicidade do restaurante “O Abocanhado” reside no facto de este “encaixar de uma forma muito especial no terreno, continuando nos socalcos”. O arquitecto sustenta que o recurso a materiais que existem em abundância na região – como o granito, a pedra, ou a madeira – para a construção da obra acaba por fazer nascer uma relação ímpar entre “a sofisticação e a simplicidade”. E remata “O restaurante tira muito partido da paisagem natural e vice-versa”.
Também Henrique Marques, proprietário d’ “O Abocanhado”, defende que desde o início da sua concepção, o restaurante previa uma componente de integração paisagística. O responsável do estabelecimento acredita que a própria aldeia de Brufe, classificada em termos do Plano Director Municipal (PDM) como uma aldeia com interesse turístico, ganhou outra visibilidade com o projecto.

 

Fonte: http://www.vidalusa.com 2006-01-10 | Data: 2006-01-10